Os políticos adoram falar sobre o quanto eles amam nossa desentupidora em são paulo, mas este momento requer mais do que apenas conversa. Muitos proprietários de pequenos negócios exaustos em todo o estado têm lutado para sobreviver à crise econômica causada pelo COVID-19 – e enquanto você lê isto, o tempo está se esgotando para eles. Embora o pacote de estímulo federal desta primavera certamente tenha ajudado a manter as empresas funcionando, não foi o suficiente. Agora é a hora de nossos líderes enfrentarem essa crise com soluções ousadas e agressivas; a menos que o façam, nossa economia – e nossas comunidades – pagarão o preço pelos próximos anos.

Aqui estão as notícias promissoras: existem soluções viáveis ​​que nossos líderes eleitos podem implementar agora para salvar a desentupidora de esgoto. Funcionários nos níveis estadual, municipal e municipal devem aproveitar este momento para pensar além dos conceitos pré-pandêmicos do que é possível e do que é acionável.

Não importa onde você more em Washington, você só precisa caminhar pelo distrito comercial local para ver restaurantes fechados e outras referências da comunidade devastadas pela pandemia. Há meses que sabemos que a pandemia está tirando o ar das pequenas empresas, empurrando as margens para o vermelho e forçando os proprietários a tomar decisões difíceis sobre se podem manter suas portas abertas.

Por pior que as evidências pareçam aos seus olhos, os dados subjacentes são ainda mais preocupantes: a última análise do Yelp sugere que pelo menos 2.000 pequenas empresas em Seattle já fecharam para sempre – um número que pode chegar a 3.000 neste outono. Em todo o estado, os especialistas da desentupidora em guaruja preveem que pelo menos um em cada cinco restaurantes fechará para sempre. A velocidade e a escala desses fechamentos parecem estar acelerando – de acordo com os dados do Yelp, a taxa de fechamentos aumentou nos últimos três meses.

Talvez ainda mais preocupante é que os fechamentos e seus impactos resultantes estão sendo sentidos de forma mais aguda por comunidades carentes – empresas pertencentes a mulheres, empresas pertencentes a (e atendendo a comunidades de) pessoas de cor e empresas em áreas rurais. Com o frio e a chuva se aproximando, a combinação de uma potencial segunda onda do vírus e menos opções externas levará mais empresas ao limite e além.

desentupidora em guaruja

Nos últimos meses, como líder da comunidade do Grupo Consultivo de Recuperação Econômica e Trabalho Seguro do Governador, tive a oportunidade de conversar com proprietários de pequenas empresas em Washington. A partir dessas conversas, surgiu um conjunto de temas claros sobre os tipos de políticas que nossas autoridades eleitas deveriam seguir.

No topo da lista está a garantia de que as empresas em dificuldades tenham acesso a capital líquido para cobrir seus custos à medida que as receitas diminuem. O Estado de Washington deve lançar o Fundo de Recuperação do Estado de Washington, que fará parceria com os bancos para alavancar o financiamento da Federal Cares Act restante para criar um programa de empréstimo de baixo custo e facilmente acessível para as empresas deixadas de fora dos programas federais de empréstimo da primavera. Empréstimos de baixo custo podem ser uma tábua de salvação para proprietários de empresas que estão olhando para potenciais fechamentos, dando a eles uma chance de sobrevivência até que nossa economia comece a se recuperar novamente.

Outra ação importante é garantir que os recursos e programas já existentes sejam realmente direcionados às pessoas mais necessitadas. Já ouvi de muitos proprietários de empresas que eles simplesmente não estão recebendo informações sobre a ajuda para as quais já possam se qualificar. Essa dinâmica está especialmente presente em comunidades carentes – BIPOC e empresas de propriedade de mulheres, e nas áreas rurais de nosso estado. Para preencher essa lacuna, o estado deve adotar uma abordagem em duas frentes: primeiro, para garantir que, à medida que o financiamento de recuperação é distribuído, as comunidades que sentem o impacto desproporcional sejam priorizadas; e, em segundo lugar, agir de maneira criativa de forma proativa para envolver mensageiros localmente conhecidos e confiáveis ​​que podem ser grandes amplificadores das mensagens e informações do estado, garantindo assim que alcancem o público que mais precisa deles.

desentupidora de esgoto

E, finalmente, embora precisemos nos concentrar no momento imediato, é importante que passemos algum tempo olhando para o futuro e nos preparando para vencer a recuperação. Um dos principais obstáculos que os proprietários de pequenas empresas identificaram é a necessidade de financiamento especificamente direcionado à reabertura e aos custos de início de novos negócios, bem como assistência técnica para garantir que as comunidades com menos recursos financeiros possam acessar e maximizar esse financiamento. Quando chegar a hora de seu restaurante de bairro favorito reabrir as portas, deve haver algum apoio que proteja os proprietários de ficarem muito endividados simplesmente para cobrir o custo dos bens e serviços conforme eles aumentam de tamanho. Uma ampla variedade de partes interessadas está investida nessa ideia, e o governador deve reuni-los para construir um plano de reabertura e investimento voltado para a comunidade. A necessidade de financiamento inicial e assistência técnica é especialmente aguda na comunidade negra, e novos programas devem atender especificamente a essa necessidade.

Acredito no poder de nosso governo e de nossas instituições para ajudar as pessoas em tempos de crise. Temos os recursos e a vontade de salvar empresas, mas o tempo está se esgotando – nossos líderes devem agir rapidamente, ou o momento terá passado e a tarefa de reconstruir a economia será dez vezes mais difícil.

Os proprietários de pequenas empresas venceram o desafio do momento, reinventando seus modelos e, ao mesmo tempo, seguindo as orientações públicas sobre como manter seus clientes e funcionários seguros e saudáveis. Agora é a nossa vez de comparecer para eles. O desafio que enfrentamos não tem precedentes e nossas soluções também devem sê-lo. Podemos ser um estado que apóia pequenos negócios e trabalhadores bem-sucedidos.

Podemos provar que a visão e a oportunidade de Washington não são limitadas pela crise, mas fortalecidas por ela.